R. Padre Achiles Saporitti, 1220 - Divino • Palmas/PR

( +55 ) 46 3263-1632

abcc@abccaracu.com.br

image 20/04/2021

VÍDEO: RAÇA PRODUZ CARCAÇA SUPER PESADA COM RUSTICIDADE

por Redação

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR O VÍDEO

 

Todo mundo sabe que o Caracu é uma raça rústica, pronta para enfrentar os desafios do clima tropical, com excelente tolerância ao clima e resistência a endo e ecto parasitas. O que pouca gente se deu conta é que o CARACU teve sua aptidão natural para carne nobre, típica do gado europeu, potencializada ao máximo.

 

Os criadores da Raça Caracu vêm, nos últimos 35 anos, trabalhando de modo intenso no melhoramento genético de seus exemplares. Ao introduzir o CARACU no seu rebanho os ganhos são significativos e comprovados na ponta do lápis. O cruzado é mais precoce, mais pesado, com qualidade de carne de alto padrão e o melhor, as fêmeas F1 podem ser preservadas, pois são perfeitamente adaptadas.

 

De norte a sul há inúmeros registros da presença do CARACU contribuindo para levar o Brasil a um novo patamar de produção de carne de qualidade. Analisando esses exemplares, é possível estimar o que a raça é capaz de fazer pelo seu plantel já na primeira geração.

 

O CARACU já vem sendo usado há anos no cruzamento industrial com resultados que entusiasmam até os pecuaristas mais desconfiados. Certifique-se com que já utiliza o CARACU. Caracu é uma raça bovina desenvolvida no Brasil colonial, com pelos lisos e avermelhados, sendo que a maioria apresenta a cor amarela ou baia, podendo chegar ao vermelho tijolo mas, também existe aqueles quase brancos, como na raça Charolesa.

 

 

Já com relação a qualidade da carne, estes animais apresentam carne com maciez e suculência desejáveis. Além de bons resultados quanto ao rendimento de carcaça. O técnico da ABCCaracu confirma esta afirmação com base em alguns animais terminados em confinamentos e abatidos aos 20 meses pesando 19@ de peso com 53% de rendimento de carcaça. Sendo que no período de confinamento os animais tiveram um ganho de peso médio na ordem de 1,7 kg/peso/dia.

 

 

Origem da raça Raça Taurina descendente de raças portuguesas do tipo aquitânico ou turdetano, representadas pela Alentejana (ou Transtagana), Galega (ou Minhota) e Mirandesa. A Raça Ramo Grande foi formada a partir das mesmas raças portuguesas que entraram na formação do caracu e também pode ter contribuído. Podemos também citar o Limousin da França que foi importado para melhorar o caracu. É certo que não foram somente estas raças que participaram da formação, outras raças de gado do tronco ibérico podem ter contribuído, sendo possível que até o Holandês (Frísio) e gado africano tenham participado.

 

Vantagens da raça:

• A fêmea F1 não vai pro gancho

• Fêmeas F1 de alto padrão, adaptadas ao clima tropical

• Entouradas a partir dos 14 meses

• Alta produção leiteira

• Peso médio de nascimento do bezerro: 33 kg

• Perfeitos para cruzamento industrial

• Alta heterose para o cruzamento com zebuínos

• Introduz no seu rebanho características europeias de qualidade da carne

• Docilidade

• Ganho de peso e precocidade 

• Carne de qualidade Macia e saborosa

• Alto marmoreio

• Mais de 35 anos de melhoramento genético 

• Resistência

• Rusticidade

• Resistência ao calor

• Alta conversão alimentar

• Docilidade e fácil manejo

• Fertilidade superior a 85%

 


Leia mais em: https://www.comprerural.com/video-raca-produz-carcaca-super-pesada-com-rusticidade/